sábado, 13 de fevereiro de 2010

Remar. Re-amar. Amar.


"Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar." (Caio Fernando Abreu)

19 comentários:

. disse...

P-E-R-F-E-I-T-O *-*

ninha disse...

MUITO PERFEITO!

Danilo Victor disse...

*_* massa

dulcinha_araujo disse...

Ameiii

Mendes Júnior disse...

AdooooGeey !!! '=D~

Anônimo disse...

Choro toda vez que leio. :///

Anônimo disse...

AMEEEEEEEEEEEEEEEEI *-*

Anônimo disse...

AMEEII *-------*

Anônimo disse...

Amo amo amo esse texto, mt bom mesmo :)

Anônimo disse...

o texto da minha vida.
FODA.

Patrícia Lima disse...

Encontrar alguém que caiba no seu barco, no seu abraço, e seguir rumo sem norte, é confiar a outra pessoa as intempéries do amor. Tão bom achar o contrapeso do seu barco...

Anônimo disse...

História de muitas vidas, mas sempre vale a pena, pois se trata de amor, infeliz daquele que não sente...eu sinto e como sinto, sofri muito, mas também fui muito feliz, o importante é perceber o custo-benefício.

Anônimo disse...

caio f , escreve o que a gnt precisa ler , ele é o cara , nao existe palavras para descrevê-lo !!

Anônimo disse...

Perfeito demais! O caio descreve tudo o q sentimos e q pensamos que nao da pra escrever! demais mesmo! Perfeito ;)

Dany disse...

'' mais que perfeito''

Palavras Minhas disse...

Lindo, lindo lindo ;)
adorei esse blog!

Nay. disse...

lindo lindo *-*

Presságio disse...

..minha história! ^^

Anônimo disse...

Amo o Caio!

Em qual livro esta este conto?